terça-feira, 27 de setembro de 2011

O que tiver que ser, será... ... ...

"A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la."
Cecilia Meireles


 Hoje meu dia foi passado dentro de consultório e ambulatório. Resultado: afastamento para tratar da saúde e uma conta hospitalar e farmaceutica beirando R$ 1.800,00. 
A melhor do dia foi ouvir uma transeunte falar:
- A primavera não veio! dizia ela desolada porque o dia estava nublado e não ter muitas flores no centro de Joinville este ano.
Achei graça pela "tirada" da mulher e sua acompanhante também.
Momentos depois eu lhe disse:
- Acho que a "primavera" foi na casa da "tia Maria" e a "vó Tereza" não deixou ela sair de lá, mas um dia ela chega, pode acreditar.
E as duas mulheres, sorrindo, seguiram adiante.
Agora, aqui em casa encontro nos meus rascunhos esta frase que tem tudo a haver (combinar) com o acontecido.
E com certeza é assim mesmo. A primavera vem e vai e não precisa de nós.Se não tem jardim para as  flores, elas florecerão em algum campo qualquer, numa calçada, na beira do riacho, num gramado que não foi cortado. 
A vida é assim. Ela sempre insiste em VIVER!
Provas do que eu acabei de escrever estão nas fotos abaixo.
Todas estas flores e sua beleza surgiram porque insistiram em florescer no inusitado.

***AZEDINHA ou TREVO, nasceu no gramado aqui de casa:


 




***Nome desconhecido, nasceu sózinha e encostada ao muro de uma marmorária:



***Érica (possivelmente seja este o nome), nasceu sozinha em uma calçada:
 



 ***Nome desconhecido, nasceu num vaso de Palmas:




Há anos que se divulga que há um equilíbrio natural na NATUREZA. Somente o homem comete exageros. Que esta primavera apareça aos nossos olhos, pois quem tem olhos para ver, que veja!


Minhas fotos e de Vinícius Poffo L.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Entre belo e feio, bom e mal, etc a vida sempre segue adiante...

Meu filho, se acaso chegares, como eu cheguei
a uma campina de horizontes arqueados, não
te intimidem o uivo do lobo, o bramido do tigre;
enfrenta-os nas esquinas da selva, olhos nos olhos,
dedo firme no gatilho.

Meu filho, se acaso chegares a um mundo injusto e triste
como este em que vivo, faze um filho; para que ele
alcance um tempo mais longe e mais puro,
e ajude a redimí-lo.

Paulo Mendes Campos




Passei dias maravilhosos junto de meus tios Salete e Nilo, estive na casa da vó Nadir, visitei minha tia Mimi.
Me diverti muito com seus familiares.
De volta para casa, além de muitos "casos" pra contar, presentes e saudades, trouxe uma linda foto que não pude demorar nem mais um instante para postar e que para mim combina e muito com o pequeno poema acima. 
Esta foto me foi cedida por Rúbia e o poema abaixo foi uma homenagem dos famíliares do Seu Miro, este homem trabalhou como pintor de casas e com certeza desenhou uma  LINDA FAMÍLIA.
Esta postagem, além de poder divulgar uma foto tão linda é o modo que encontrei para agradecer o quanto fui bem acolhida e pelos momentos aí vividos:
-Agradeço o bom acolhimento e minha casa esta aberta à todos vocês, sem excessão!!!!!!
FIQUEM COM DEUS!
Com carinho,
Rosi.



 Foto do blog Aubrieta Deltoidea

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

BEM-VINDA , PRIMAVERA !

... volevo gridare ufficialmente "PRIMAVERA SEI LA BENVENUTA" desiderando di aprire le finestre e sentire il piacevole vento accarezzarmi il volto ma ancora sono rimasti residui dell'inverno...
de: anna-profumodilavanda.blogspot.com

 (Tradução:  ...eu queria gritar oficialmente "PRIMAVERA, SEJA BEM-VINDA" desejando abrir as janelas e apreciar a brisa suave acariciando meu rosto, mas ainda haviam resíduos de inverno ... )




E claro que a PRIMAVERA de 2011 chegou!
Assim como chegou a nossa pequena princesa Giovanna na primavera de 2010.
Nesta época toda a terra se renova, toda vida recomeça, todos os sons se manifestam e todas as cores resplandecem.
É este mundo colorido, mágico e explendoroso que quero pra todos nós.
É este mundo colorido que esta criança linda vem mostar nestas fotos onde todas as cores do arco-íris brilham:


BRANCA:



VERMELHA




AMARELA




MARRON



VERDE






AZUL




ROSA




LILÁS





 PRETA



E todas as cores juntas :



             
           PAZ E BEM PARA TODO MUNDO!

Fotos: Mª Salete A. D., Rúbia A. e Otávio Enrico

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Comece lendo a história e depois veja fotos de minhas lindas louças

 

  W. Somerset Morgan e a xícara de chá

William Somerset Maugham (1874 -1965) extraordinário romancista e dramaturgo britânico, quando em Nova York, tinha como costume hospedar-se no Ritz Carlton Hotel. Um determinado dia, um funcionário do hotel que já pegara amizade com o ilustre hospede perguntou-lhe qual era o motivo de sempre colocar uma velha xícara rachada sobre a mesinha da ante sala. Com a simpatia de sempre, um sorriso encantador, ele respondeu:
- Uma das principais finalidades é lembrar-me, sempre que a ocasião necessite, de que as melhores coisas desta nossa curta vida são as mais simples – e, infelizmente, na maioria das vezes pouco apreciadas, simplesmente porque as deixamos de notar.
Para não perder a oportunidade, contou-lhe a história daquele intrigante objeto.
"Em 1940, quando a França capitulou, várias centenas de ingleses que residiam no sul da França foram retirados em dois pequenos navios de carga, que necessitavam utilizar rotas alternativas, em verdadeiro ziguezague para ludibriar os submarinos do inimigo que infestavam aquelas águas.
Os dois navios estavam superlotados e disputavam-se palmo a palmo qualquer centímetro que porventura pudesse existir; para tornar ainda mais dramática a situação, o sol terrível do verão tornava os tombadilhos em verdadeiras fornalhas.
Por incrível que possa parecer, o momento mais desejado e esperado com ansiedade era o da distribuição daquela reduzida porção de alimento, na verdade, não muito diferente da “lavagem” dada aos porcos em tempos de paz. Imundos, olhos esbugalhados, esfomeados, e sobretudo sedentos, os fugitivos faziam fila para ganhar a sua parte.
- Eis aí – apontando para aquela velha xícara - o recipiente que deveria armazenar a minha parcela diária do precioso liquido, aquela abençoada água.
Quando no decorrer de um período, percebo que estou ficando um pouco exigente, não grato, vaidoso, com soberba e crente que tenho direitos adquiridos aos melhores recantos de luxo e confortáveis em que me alojo, pego a xícara e encho com água e bebo, bem devagar, estalando os dentes, agradecendo á Deus pela oportunidade. Esse simples procedimento me traz de volta à realidade da vida.

Eu, Rosilene Poffo, copiei do blog: Só xícaras, em 05/09/11

Que eu amo as coisas simples todos sabem. A diferença é que sempre tento deixá-las mais coloridas, leves, enfeitadas e harmônicas.
Aqui tem as fotos da miha prateleira de louças que recebeu "um tapa no visual" no último fim de semana. Estas prateleiras eu e o Vinícius já tinhamos colocados há alguns anos e estavam repletas de porta retratos, coleção de caixinhas e de vidros, mas agora que colocamos ganchos e aparadores, estão expostas algumas louças.


Este jogo Branco e Azul ganhei da Dinda Suzana e Dindo Fernando, nós amamos eles: os dindos e as louças, que fique bem claro!

 

O conjunto cinza, acima, foi presente da querida Ivonete Elísio e o de rosinhas, abaixo, comprei da Licemir


Visão parcial das prateleiras.


Como disse William Somerset Maugham " as melhores coisas desta nossa curta vida são as mais simples" e um belo exemplo é cesta repleta de flores silvestre que colhi num tereno baldio no fim da minha rua, com excessão das Camélias, Orquídeas Bambú e do Amor-perfeito. Fiquei muito impressionada com as várias espécies de flores do mato em tons de azul e lilás. Já havia notado como muitas delas são amarelas ou brancas, mas nesta minha nova fase eu vejo estes tons encantadores de lavanda.
 

Por que não tirar fotos das prateleiras enfeitadas com estas flores já que a estação da Primavera esta tão próxima?
 


Antes, somente com as louças:


Agora, repleta de flores:
 

Que todos nós possamos ver sempre nas pequenas coisas todo o explendor da vida.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

O que era bom pode ficar ainda melhor


"A gratidão de quem recebe um benefício é bem menor que o prazer daquele de quem o faz."



"para mim,
http://cordelencantado.globo.com/Estilo/noticia/2011/08/toalhas-de-mesa-sao-usadas-como-tecido-para-o-figurino-de-rosa.html

Mãe, lembrei do teu post no blog sobre o vestido feito com tecido de lençol.

Beijos"

Assim começa e termina o e_mail da Juli.
E eis uma parte da reportagem:

 "...
Karla Monteiro, figurinista de Cordel Encantado, explica como tiveram a ideia: “Queríamos algo bordado e as toalhas de linho deram isso de presente. A gente fez a moldagem em cima disso, elaboramos saias longas com a cintura mais alta.”
Assim como nas roupas customizadas para Açucena (Bianca Bin), a ideia das peças é a costura feita a mão, seguindo o padrão de Brogodó. “Ela também usa cintinhos de palha e uns adereços de cabelo muito interessantes que são os lacinhos com arame”, completa a figurinista.
Karla ainda acredita que o figurino da personagem é quase uma extensão de sua personalidade: “Ela é romântica, a roupa é só a segunda pele, dita o que ela tem por dentro.” ..."

O "lembrei do teu post" é aquele em que comento sobre um lindo vestido de festa, para uma menininha,  ter sido feito com tecido que originalmente era para se fazer lençóis, postagem com o título: De plebéia à princesa.
Quando é para ser criativa  (simplesmente por ser criativa) ou para usar um orçamento minúsculo (obrigada a ser criativa para usufruir) é só abrir bem os olhos que há um mundo de opções a nossa volta.
Posto novamente a foto da Tita na Festa Julina na Escola Agrícola, pois aqui a curiosidade tem haver com o fato de seu vestido ter sido feito com uma antiga cortina de minha lavanderia que já havia sido transformada em uma toalha de mesa para refeições na varanda e piqueniques.
Foi só juntar um modelo bonito, alguns metros de renda (aqui usei o Bordado Inglês, que é sempre muito lindo) alguns metros de fita vermelha e muitas flores de margaridas  em organdi coladas na barra do vestido. 
Ainda acompanham este vestido, uma linda anágua com bainha em renda (para quem não sabe, anágua é uma sob saia, bem franzida, usada para dar mais volume ao vestido), uma calçola (bermudinha mais longa) bem ao estilo, ou seja, toda com fitas, rendas e franzidos e uma bolsinha.
O avental tem lindas bonequinhas (aquelas feitas de fuxicos) presas à ele, formando um tema junino onde a base da fogueirinha é montadada com pedaços de pauzinhos de canela, que além de todo um charme deixa um leve aroma de roça na roupa já tão mimosa e um varal de bandeirinhas, pequeninas e muito coloridas, junto ao cós, dá ainda mais graça ao conjunto e por último a "modelo" que ajuda muito, né? rsrsrsrs...



Outra foto que mostra que sou ótima em reaproveitar é esta em que minha sobrinha, a  Flávia, usa o vestido da Primeira Comuhão da Juli que foi feito a partir do vestido de casamento da minha irmã Ieda. 
Ele já tinha ficado lindo na Ieda, quando seu estilo era meio "cigana" (ele foi rebordado, por Tia Salete, em vidrilhos suavemente em tom rasados e ela usou uma trança em aplique, com coloridas flores do campo presas nela: lindo de chocar!)
Continuou lindo ao ser transformada nun modelo "princesinha"  com generosa saia em organza, cujo barrado em lindo bordado de flores foram desta vez rebordadas com mini pérolas, logicamente que pela habilidosa Tia Salete, não tinha como ficar feio.

O que garante tal afirmação?
As inúmeras vezes em que encatou ao ser usado pelas meninas, da família ou conhecidas, em suas Primeiras Comunhões, pois sempre encanta quem vê e embeleza ainda mais quem o usa e a Juli o guarda, hoje em dia, a SETE CHAVES!!!!!!! Quer preservá-lo, com certeza!














quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Aniversário de um mês do blog

"Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo o que há em mim bendiga o Seu santo nome.
Bendize, ó minha alma, ao Senhor e não te esqueças de nem um de Seus benefícios".
                                                    Salmos 103,1-2


Muito lentamente se aproximou o momento que é muito importante para mim: dia do ANIVERSÁRIO DE UM MÊS deste blog
Falta descobrir muitos segredos e maneiras de postar, mas o caminho esta sendo trilhado. 
Hoje é como se já fosse um belo dia de primavera e homenageio todos os meus seguidores e os meus visitantes através das fotos destas lindas pessoas:

  • Minha "primeira" seguidora, a linda TITA!


  •  A "segunda", bela BELLA!


  • A "terceira", amiga RITA!


  •  A "quarta", a fotografa VERÔRICA!


  •  A "quinta",  a distante dos olhos, mas perto do coração: EVÂNIA!


  • E quem não conheço pessoalmente, mas já mostrou ter um belo coração, a BETTY!


Àquelas pessoas que me deram "força" : 

  • Vinícius, que esta ajudando no desing do blog, um gênio!
  • Juliana, que esta divulgando e apoiando!
  • Gilian, que esta dando dicas de correção.
  • Ieda, que é minha "Fãnzoca" rsrsrsr...
  • Tia Salete, isto basta: obrigada!
  • Cris, divulgadora.
  • Tia Mila, cujas fotos de suas flores que já ganhei.
  • Ivonete, um anjo que caiu do céu.
  • Diann dos E.U.A., país onde já tenho confecções com Dª Karin e com sua filha Rebbeca.
  • Meus familiares, que sei já andaram dando umas olhadinhas.

E também aos demais VISITANTES e aos AMIGOS:

MUITO OBRIGADA, QUE DEUS NOS ABENÇOE HOJE E SEMPRE E ESTAS FLORES SÃO PARA VOCÊS!